DISCIPLINA: Intelectuais negros brasileiros: identidade, nação, projetos políticos e modernidade (séc. XIX e XX) – Carolina Vianna Dantas

6 Jan

Seminário em História da Cultura e das Mentalidades XI (GHT 04352)
Disciplina: Intelectuais negros brasileiros: identidade, nação, projetos políticos e
modernidade (séc. XIX e XX)
Docente: Carolina Vianna Dantas
Dia/Horário: 2ª e 4ª / 18-20h
Ementa: tema monográfico
Objetivos: Esse curso tratará das formas como alguns intelectuais negros brasileiros
viveram a experiência do racismo, da integração, da cidadania e da modernidade.
Também serão discutidos os projetos políticos, nacionais e de intervenção, as críticas
sociais e abordagens da questão racial encaminhados por esses mesmos intelectuais,
através de suas próprias obras e trajetórias, bem como da historiografia pertinente.
Unidades:
1) O “lugar” dos intelectuais negros brasileiros: sociabilidades, cânones e memórias
2) Os dilemas da “dupla consciência”: modernidade, nação, projetos políticos e
identidades
3) A experiência do racismo
4) Nas tramas da vida e da obra de: Luiz Gama; André Rebouças; José do Patrocínio;
Evaristo de Moraes; Lima Barreto; Juliano Moreira; Manoel Querino; Guerreiro Ramos;
Carolina de Jesus; Abdias do Nascimento.
5) Intelectuais negros brasileiros e a questão da “modernidade negra”
Dinâmica das aulas: o curso está baseado em aulas expositivas, abertas a diálogos e
debates na medida do interesse e da demanda da turma. Alguns filmes também estão
previstos.
Avaliação: um trabalho individual a ser entregue ao final da unidade 3, que consistirá
em responder a uma questão formulada pela professora (5,0); um trabalho monográfico
individual, a ser entregue ao final do semestre, sobre um dos intelectuais tratados ao
longo do curso. Esse trabalho deve, obrigatoriamente, incluir a análise de alguma fonte,
ou seja, uma obra do autor escolhido (crônicas, poesias, romance, ensaio, discurso,
autobiografia, etc.) (5,0).
Bibliografia básica:
AZEVEDO, Elciene. Orfeu de carapinha. A trajetória de Luiz Gama na imperial cidade
de São Paulo. Campinas, Editora da Unicamp, 1999.
CARVALHO, Maria Alice Rezende de. Intelectuales Negros en el Brasil del Siglo XIX.
In: ALTAMIRANO, Carlos; MYERS, Jorge. (Org.). Historia de los Intelectuales en
America Latina. Buenos Aires/Madrid, Katz Editores, 2008,
____. O quinto século. André Rebouças e a construção do Brasil. Rio de Janeiro, Revan,
1998
DOMINGUES, Petrônio. A “Vênus negra”: Josephine Baker e a modernidade afro-
atlântica. Estudos Históricos, vol. 23, n° 45, jan-jun 2010.
GILROY, Paul. O Atlântico Negro: modernidade e dupla consciência. São Paulo, Rio
de Janeiro, 34/Universidade Cândido Mendes, 2001.
GOMES, Heloísa Toller. As marcas da escravidão: o negro e o discurso oitocentista no
Brasil e nos Estados Unidos. Rio de Janeiro,EdUERJ, 2009.
GUIMARÃES, Antonio Sergio. Intelectuais negros e modernidade no Brasil. Oxford:
Centre for Brazilian Studies, 2004 (working paper).
____. Intelectuais negros e formas de integração nacional. Estudos Avançados, São
Paulo, v. 18, n. 50, 2004.
____. Resistência e revolta nos anos 60: Abdias do Nascimento. Revista USP, São
Paulo, n. 68, 2006.
____. Racismo e anti-racismo no Brasil. São Paulo: Editora 34, 2005

LEAL, Maria das Graças de Andrade. Manoel Querino: entre letras e lutas (1851-1923).
São Paulo, Annablume, 2010.
MATTOS, Hebe. Raça e cidadania no crepúsculo da modernidade escravista no Brasil. In:

GRIMBERG, Keila; SALLES, Ricardo. O Brasil Imperial. Volume III (1870-1889). Rio de
Janeiro, Civilização Brasileira, 2009.

_____. GRIMBERG, Keila. Lapidário de Si: Antônio Pereira Rebouças e a escrita de si.
In: GOMES, Ângela de Castro. (Org.). Escrita de Si Escrita da História. Rio de Janeiro,
FGV, 2004.
MENDONÇA, Joseli. Evaristo de Moraes, tribuno da república. Campinas, Ed. UNICAMP,
2007.
OLIVEIRA, Lucia Lippi. A sociologia do Guerreiro. Rio de Janeiro, Revan, 1995.
PESSANHA, Andréa Santos. Da abolição da escravidão à abolição da miséria: a vida e

as idéias de André Rebouças. Rio de Janeiro, Quartet, 2005

OBS,: as obras dos próprios intelectuais negros serão indicadas ao longo do curso, bem
como a bibliografia complementar.

Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s

%d bloggers like this: